Os 10 mandamentos dos viajantes

Errar é humano. E no meio da empolgação de uma viagem, é ainda mais comum. Mas alguns erros comuns de viajantes podem ser evitados… se nós lembrarmos deles com antecedência. Então aqui vai nossa lista dos 10 mandamentos dos viajantes segundo a equipe do SOSViagem.

Mala cheia de mais vai contra os 10 mandamentos do viajante

Mala cheia de mais vai contra os 10 mandamentos do viajante

1. Não colocar coisa demais na mala

Roupa de trabalhar, roupa de ginástica, roupa de sair à noite… Em casa, você troca de roupa várias vezes por dia, afinal de contas, tem todo o seu guarda-roupa a disposição. Mas as coisas tendem a mudar durante uma viagem. A maioria das pessoas acaba usando a mesma peça mais de uma vez e deixa de lado alternativas que ficam esquecidas no fundo da mala. A rede de hotel Travelodge fez uma pesquisa com seus hóspedes e constatou que 65% dos viajantes voltam pra casa com seis peças de roupa (ou mais!) sem usar. Ou seja: dá para enxugar a mala, sim. E os nossos leitores podem começar usando as nossas dicas para arrumar a mala.

2. Comprar alguma coisa que você gostou muito à primeira vista

Você acha que vai encontrar mais barato em outro lugar — o que não é garantido. Você acha que vai acabar voltando na loja — mas, acredite em mim: a menos que essa loja seja do lado do seu hotel, a probabilidade é muito pequena. O resultado? Passa-se o resto da viagem procurando o mesmo produto e, depois de voltar para casa, passa-se semanas e mais semanas pensando no ítem que você deixou para trás. Evite o remorso e faça logo sua compra.

3. Não ter medo de comida de rua

Comida feita fora de uma cozinha apropriada e vendida em barracas e vans tem má reputação… e ninguém quer ficar doente no meio de uma viagem. Mas a comida do meio da rua é uma das partes mais divertidas da culinária local. A dica é prestar atenção à maior concentração de gente. Se tem fila, tem uma grande probabilidade de a comida ser gostosa e não te deixar doente.

É melhor já chegar no destino com a moeda certa!

É melhor já chegar no destino com a moeda certa!

4. Trocar moeda antes de viajar

Em uma viagem internacional, se possível, sempre saia de casa levando a moeda do país de destino. Se não for possível, troque dinheiro no aeroporto (ou use um caixa eletrônico por lá). É sério. Qualquer um que já fez pelo menos uma viagem internacional sabe que trocar moeda no aeroporto é perder dinheiro porque a cotação não é tão boa. Isso é uma das verdades inducutíveis da comunidade viajante. Só que, geralmente, a diferença não é tão devastadora assim e vale o tempo que você vai perder procurando uma casa de câmbio no meio de uma cidade que você não conhece. E tem mais: como você vai chegar no centro da cidade para fazer o câmbio sem dinheiro pro transporte?

5. Lembrar do seguro de viagem

Enquanto eu sinceramente espero que você não precise usá-lo, o seguro de viagem é um item imprescindível na sua viagem. Muita gente acha que é jogar dinheiro fora, mas, se você um dia realmente precisar, vai ver como faz a diferença. Imprevistos acontecem em qualquer lugar. É melhor prevenir do que remediar.

6. Comprar um chip de celular local

Sim, é muito chato perder tempo comprando um chip de celular quando você preferiria estar aproveitando seu destino, mas pior ainda é ver a conta de celular quando você chega em casa, porque esqueceu de desligar o roaming internacional e continuou postando fotos no instagram e no facebook e conversando no whatsapp. Não é preciso se desligar do mundo, é só trocar o chip do celular.

Não se esqueça do visto!

Não se esqueça do visto!

7. Checar se precisa de vistos

Ter que pedir visto é muito chato. Mas mais chato ainda é ser mandado de volta para casa porque você se esqueceu que precisava de um.

8. Não usar o cartão de crédito para sacar dinheiro

GRANDE ERRO. Se você for sacar dinheiro em um caixa eletrônico, tome muito cuidado e tenha certeza que está usando o débito em conta. As taxas para sacar dinheiro no débito são 0,6% de IOF mais uma taxa por saque que varia de acordo com seu banco, enquanto que no crédito, a maioria dos cartões trata esse saque como empréstimo, com altas taxas de juros ao dia, além de 6,8% de IOF e uma taxa por saque que varia de acordo com seu banco. Melhor evitar.

9. Não esquecer de imprimir suas reservas

Hoje em dia, você tem todos os detalhes no telefone e no computador, então por que imprimir? Porque talvez a internet não funcione, a bateria do seu celular acabe de tanto jogar Candy Crush no avião, ou você simplesmente esqueça o carregador em casa. E agora, José?

10. Não depender demais dos guias de viagem

Guias de viagem são ótimos e eu os uso sempre. Mas não se esqueça de puxar conversa com algum morador, mesmo que seja o recepcionista do seu hotel ou o taxista e pedir a opinião dele. Você pode descobrir um segredo desse destino que nenhum guia te contou.

E você, querido leitor? Já quebrou algum dos mandamentos dos viajantes? Qual você acrescentaria como décimo primeiro mandamento? Conta pra gente!

Continue organizando sua viagem:

- Encontre o hotel perfeito para a sua viagem
- Não corra riscos e contrate um seguro de viagem
- Ganhe tempo e garanta seu ingresso para algumas das atrações mais concorridas do seu destino
- Vai precisar de carro? Compare as empresas de aluguel de carro disponíveis no mercado

One Response

  1. Gustavo Woltmann 20/01/2017

Leave a Reply

África Américas Ásia Europa Oceania
3x4 Austrália.
3×4 Austrália: Dicas de quatro blogueiros de viagem
Casa de Jorge Luís Borges.
Casa de Jorge Luís Borges: em busca do Aleph
Olinda, Pernambuco.
Olinda (PE): Teus coqueirais, o teu sol, o teu mar!
Guia de Paris: 10x10 Paris
Guia de Paris: 10×10 Paris
Guias de Viagem
Guias de viagem para inspirar e organizar sua próxima aventura
Mini Guia: Roma
Mini Guia: Roma
Mini Guia: Berlim
Mini Guia: Berlim
Compartilhar
Twittar
Pin
+1
WhatsApp
Email