Por que se hospedar em albergue? 5 prós e 1 contra

Albergue (ou hostels, em inglês) não é um tipo de hospedagem muito comum no Brasil. Por isso, a maioria dos brasileiros tem receio de escolher esse tipo de hospedagem quando viaja para outros lugares.

No entanto, se você quer viajar com pouco dinheiro, albergues são uma ótima opção. Inclusive, às vezes é até melhor do que ficar em um hotel quando o que você quer mesmo é passar o dia inteiro aproveitando seu destino e só precisa  de um lugar para dormir.

Então, lá vão cinco prós dos albergues e um contra que pode complicar sua estadia.

5. Fazer amigos é mais fácil.
Se você está viajando só, um quarto de hotel vai ser caro e meio solitário. Por outro lado, em um albergue é simples arrumar companhia. É só puxar assunto com um dos seus novos colegas de quarto, ou esperar alguém aparecer na área comum.

4. Albergues são baratos.
A mesma quantidade de dinheiro que você gastaria em uma noite em um hotel cinco estrelas dura vários dias em um albergue. Você viaja mais e gasta menos!

Que tem café da manhã, tem. Mas não espere tanta variedade!

Que tem café da manhã, tem. Mas não espere tanta variedade!

3. Muitas vezes extras estão incluídos.
Hoje em dia, boa parte dos hotéis mais caros cobram por internet, café da manhã e outros, enquanto quase todos os albergues oferecem internet de graça, muitos incluem café da manhã e alguns oferecem até jantar (só não espere um banquete)! E ainda tem vários oferecendo citytours de graça, organizam noites temáticas e acesso à cozinha para os hospedes que querem economizar ainda mais e cozinhar algumas refeições.

2. Localização é tudo.
Albergues geralmente são muito bem localizados, perto das atrações turísticas e de restaurantes populares.

O recepcionista vai até te arrumar um mapa (e te ajudar a marcar tudo que você quer ver)

O recepcionista vai até te arrumar um mapa (e te ajudar a marcar tudo que você quer ver)

1. Informação na palma da mão.
Os recepcionistas são experts em suas próprias cidades. Eles sempre sabem te dizer lugares legais e descolados para visitar ou jantar que não vão te custar os olhos da cara. Eles também sabem o jeito mais rápido e barato de chegar em qualquer canto, que dias os museus estão abertos e como evitar cair na conversa dos taxistas ou dos lojistas.

Contra: se você não consegue dormir com barulho ou luz acesa ou acorda muito fácil, é melhor desistir… ou pelo menos pedir um quarto privado. Noites de sono são sagradas. Se você não conseguir dormir também não vai conseguir aproveitar sua viagem. E ai é melhor ficar em casa.

Afinal, dormir no metrô não está no seus planos, né?

Afinal, dormir no metrô não está no seus planos, né?

Continue organizando sua viagem:

- Encontre o hotel perfeito para a sua viagem
- Não corra riscos e contrate um seguro de viagem
- Ganhe tempo e garanta seu ingresso para algumas das atrações mais concorridas do seu destino
- Vai precisar de carro? Compare as empresas de aluguel de carro disponíveis no mercado

No Responses

Leave a Reply

África Américas Ásia Europa Oceania
3x4 Austrália.
3×4 Austrália: Dicas de quatro blogueiros de viagem
Casa de Jorge Luís Borges.
Casa de Jorge Luís Borges: em busca do Aleph
Olinda, Pernambuco.
Olinda (PE): Teus coqueirais, o teu sol, o teu mar!
Guia de Paris: 10x10 Paris
Guia de Paris: 10×10 Paris
Guias de Viagem
Guias de viagem para inspirar e organizar sua próxima aventura
Mini Guia: Roma
Mini Guia: Roma
Mini Guia: Berlim
Mini Guia: Berlim
Compartilhar
Twittar
Pin
+1
WhatsApp
Email