Vinhedos no Uruguay

Além das trações turísticas mais convencionais, ir a Montevidéu é uma excelente oportunidade para degustar vinhos. As vinícolas se sucedem nos vários departamentos; a quantidade de hectares cultivados é enorme em relação ao tamanho total do país! Os uruguaios fazem um maravilhoso trabalho de pesquisa tanto com as uvas Tannat, mais adaptadas à região, quanto introduzindo outras variedades, como Chardonnay e Viognier (uvas brancas) ou Merlot, Cabernet, Syrah e Pinot Noir (escuras).

Vinhedos no Uruguay

Vinhedos no Uruguay

Se você tiver tempo, há muito o que ver e, principalmente, o que provar. Para evitar grandes percursos, vale a pena agendar visitas pelo menos em dois departamentos: Montevideo e Canelones. Os guias sugerem duas (no máximo três) vinícolas em um dia. Em cada uma delas geralmente são degustados em torno de cinco tipos de bebidas, em geral acompanhadas de pão e queijo ou uma tábua de vinhos. Sugerimos que você participe de um tour em carro ou mini van; pois os guias não bebem e há garantia de voltar para o hotel sem problemas com a polícia rodoviária. Além disso, geralmente é preciso sair da rodovia e passar por estradinhas rurais não pavimentadas, que ficam muito enlameadas em dias de chuva – melhor não arriscar perder o passeio por não conseguir sair do atoleiro.

Degustação de Vinhos no Uruguay

Degustação de Vinhos no Uruguay

Passamos 10 dias na região. Como estava bem frio, foi super agradável fazer muitas visitas e apreciar a bebida em seus muitos matizes de cor, textura, perfume e sabor (toques de madeira, de frutas, de especiarias)… uma festa para os sentidos! Num período mais quente talvez a experiência precisasse ser um pouco reduzida. Portanto, recomendamos o inverno.

Não temos a autoridade de um guia especializado para selecionar ou classificar vinhos, mas, para ajudá-lo, sugerimos algumas vinícolas. No departamento de Montevideo: Carrau, Almena, Bodega 3 Palmas, Joanicó, Bouza e Antiguas Bodegas del Cabildo. Em Canelones (cerca de 50 km, dependendo da vinícola escolhida): Antigua Bodega San José, Antigua Bodega Stagnari, H. Stagnari, Artesana e Aripuca. Você não terá qualquer problema para localizá-las em um guia turístico e marcar um tour (geralmente pedem 24 horas de antecedência). Nós usamos como referencia o Guia de Bodegas e Vinhos de Uruguai (de Greg de Villiers e Juan Vázquez), que faz ótimos comentários sobre as vinícolas e nos ajudou muito a organizar um roteiro legal.

Vinhedos no Uruguay

Vinhedos no Uruguay

Dentre as vinícolas visitadas, a que mais nos surpreendeu foi a H. Stagnari. O magnífico vinhedo e a cave renderam lindas fotos, as instalações são simples mas muito acolhedoras, as explicações foram sempre muito eficientes e o vinho, superpremiado (em especial o Tannat), é inesquecível! Difícil, mesmo, é querer ir embora. Altamente recomendado.

No universo da enologia uruguaia, outra gratíssima surpresa foi o My Suites, um hotel de vinhos muito aconchegante e profissional, com ótimas instalações e excelentes indicações.

Continue organizando sua viagem:

- Encontre o hotel perfeito para a sua viagem
- Não corra riscos e contrate um seguro de viagem
- Ganhe tempo e garanta seu ingresso para algumas das atrações mais concorridas do seu destino
- Vai precisar de carro? Compare as empresas de aluguel de carro disponíveis no mercado

2 Comments

  1. Margareth d avila 14/09/2018
    • Louise 15/10/2018

Leave a Reply

África Américas Ásia Europa Oceania
3x4 Austrália.
3×4 Austrália: Dicas de quatro blogueiros de viagem
Casa de Jorge Luís Borges.
Casa de Jorge Luís Borges: em busca do Aleph
Olinda, Pernambuco.
Olinda (PE): Teus coqueirais, o teu sol, o teu mar!
Guia de Paris: 10x10 Paris
Guia de Paris: 10×10 Paris
Guias de Viagem
Guias de viagem para inspirar e organizar sua próxima aventura
Mini Guia: Roma
Mini Guia: Roma
Mini Guia: Berlim
Mini Guia: Berlim
Compartilhar
Twittar
Pin
+1
WhatsApp
Email