A cidade de Shakespeare (Stratford-Upon-Avon, Inglaterra)

Casa em que Shakespeare nasceu

Casa em que Shakespeare nasceu

Stratford-Upon-Avon é uma cidadezinha no interior da Inglaterra que provavelmente seria totalmente desconhecida, não fosse um pequeno detalhe: Shakespeare nasceu lá. Isso significa que milhares de turistas acabam passando pela cidade todos os anos.

Se você é fã do dramaturgo — ou só quer uma folguinha do ritmo de supermetrópole de Londres — a cidade é uma boa pedida para um bate-volta.

Existem várias companhias que fazem day-trips saindo de Londres de manhã cedo, passam por Stratford e por mais alguma coisa (geralmente um castelo qualquer ou a casa de campo da esposa de Shakespeare, chamada Anne Hathaway) e voltam para Londres de noite. Outra opção é ir por conta própria…

Não é muito difícil. Existem vários trens diários direto de Londres, saindo da estação Marylebone. A viagem dura cerca de 2 horas, logo, não deixe para sair muito tarde! O ideal é ir no trem das 6:45, mas ninguém merece acordar cedo assim nas férias, né? Então pegue o trem 9:10. Mas não pode ficar pra depois disso, porque o próximo trem só sai às 12:18, e ai já está muito tarde, a menos que você queira dormir em Stratford.

Uma das estátuas baseadas na obra de Shakespeare

Uma das estátuas baseadas na obra de Shakespeare

Dica do SOSViagem: Comprar os tickets com certa antecedência pode significar um preço bem mais barato do que comprar na hora.

Bem, a cidade tem cinco casas que pertenceram à família de Shakespeare, mais a igreja, onde o autor foi enterrado. Dá para visitar quase tudo andando, e quando você comprar seu ingresso, vai ganhar um mapinha da cidade. Você também pode baixar esse mapinha direto do site das casas de Shakespeare.

Mas o que dá para fazer só andando em um dia?

Bastante. A casa onde Shakespeare nasceu fica a mais ou menos dez minutos de caminhada da estação de trem. Essa é, na verdade, a moradia do pai de Shakespeare. A visita começa em um museu meio interativo, que apresenta alguns fatos sobre o bardo e mostra um vídeo com depoimentos dos maiores atores shakesperianos da atualidade. O próximo passo é andar pela casa e os guias voluntários, muitas vezes vestidos a caráter, vão explicando o que acontecia em cada quarto.

Mais cinco minutos de caminhada te levam a Nash’s House e New Place, duas casas lado a lado que são, respectivamente, a casa da filha mais velha de Shakespeare e a casa onde Shakespeare morreu em 1616. Vale lembrar que a última casa de Shakespeare virou uma grande escavação, onde estão procurando mais pistas sobre a vida do autor. Nesse local, o mais legal é o jardim, cheio de esculturas inspiradas pelas peças e personagens mais famosos do bardo.

Túmulo de Shakespeare

Túmulo de Shakespeare

Finalmente, um pouco mais de caminhada e você chega na igrejinha da cidade, que não tem nada de muito especial, com excessão da personalidade ilustre que foi enterrada lá. Dizem que Shakespeare escreveu sua própria lápide antes de morrer. A mensagem é:

GOOD FREND FOR IESUS SAKE FORBEARE,
TO DIGG THE DVST ENCLOASED HEARE.
BLESTE BE YE MAN YT SPARES THES STONES,
AND CVRST BE HE YT MOVES MY BONES.

Dizem os estudiosos que Shakespeare não gostava da idéia de mecherem em seus ossos depois de morrer, então resolveu amaldiçoar qualquer um que tentasse!

Todos esses lugares (com excessão da Igreja), tem lojinhas de souvenirs com ítens exclusivos. Pros fãs do autor, é um passeio imperdível!

Continue organizando sua viagem:

- Encontre o hotel perfeito para a sua viagem
- Não corra riscos e contrate um seguro de viagem
- Ganhe tempo e garanta seu ingresso para algumas das atrações mais concorridas do seu destino
- Vai precisar de carro? Compare as empresas de aluguel de carro disponíveis no mercado

No Responses

Leave a Reply

África Américas Ásia Europa Oceania
3x4 Austrália.
3×4 Austrália: Dicas de quatro blogueiros de viagem
Casa de Jorge Luís Borges.
Casa de Jorge Luís Borges: em busca do Aleph
Olinda, Pernambuco.
Olinda (PE): Teus coqueirais, o teu sol, o teu mar!
Guia de Paris: 10x10 Paris
Guia de Paris: 10×10 Paris
Guias de Viagem
Guias de viagem para inspirar e organizar sua próxima aventura
Mini Guia: Roma
Mini Guia: Roma
Mini Guia: Berlim
Mini Guia: Berlim
Compartilhar
Twittar
Pin
+1
WhatsApp
Email