Viagem para São Petersburgo (Rússia): roteiro para um fim de semana

São Petersburgo foi a capital do império russo por muito tempo e hoje é a segunda maior cidade do país (e quarta maior da Europa). Ela é a cidade mais européia da Russia, e, às vezes, você meio que se sente na Itália. Mas não se deixe enganar: a cidade tem personalidade própria, e cheia de história para contar. Se você tem pouco tempo e muitas paradas na sua viagem para a Rússia, fique tranquilo: em um fim de semana dá para ver os pontos principais da cidade.

Sábado

Comece sua viagem com a Catedral de São Isaac. Por fora, a arquitetura é bem tradicional européia. Por dentro, é um belo exemplo de como são, hoje, a maioria das catedrais russas. O lugar ainda conta com uma bela vista panorâmica da cidade. Mas atenção: custa extra e não tem elevador. São mais de 300 degraus numa escadaria meio apertada, então não é para qualquer um.

A segunda parada do dia é o super museu chamado Hermitage, que é um dos maiores museus de arte e cultura do mundo. Na verdade, o prédio foi construído para ser o lar oficial da emperatriz Catarina, a Grande, que começou sua própria coleção de arte. A medida que a coleção crescia, a emperatriz ordenava a expansão do prédio. O museu só foi aberto ao público mais ou menos um século depois. Realmente, a coleção é enorme e é dividida em vários prédios… realmente não vai dar tempo de ver tudo, então sugerimos se concentrar no Palácio de Inverno e escolher uma área específica. O segundo andar, onde estão amostras da decoração do palácio além de arte russa e européia em geral é uma boa pedida.

São Petersburgo: Hermitage

São Petersburgo: Hermitage

A saída do Hermitage te deixa praticamente na Rua Nevsky, que é o equivalente russo da Champs Elysées de Paris. Se você quiser fazer compras, esse é o momento, mas vale lembrar que a Rússia não é exatamente o lugar mais barato para frequentar lojas tradicionais de marca.

Mas é caminhando nela que você vai achar duas igrejas belíssimas. A primeira é a Catedral de Kazaan, com traços italianos, que fica na rua mesmo. Numa das ruas perpendiculares fica a Catedral do Sangue Derramado, que é uma típica catedral ortodoxa russa. O exterior é cheio de torres e bem colorido, totalmente diferente de uma das nossas igrejas comuns. A surpresa é que o interior é até mais colorido que o exterior, com as paredes cobertas por mosáicos. É parada obrigatória! Na frente da catedral tem uma feirinha que é um bom lugar para encontrar souvenirs e produtos tipicamente russos, como bonecas russas e ovos fabergé.

À noite, que tal comer strogonoff e depois assistir um espetáculo de ballet? O programa não poderia ser mais apropriado.

[Continue acompanhando esse roteiro: Sábado | Domingo
E se você está procurando uma desculpa para visitar a cidade, dá uma olhada em 7 razões para visitar São Petersburgo]

Continue organizando sua viagem:

- Encontre o hotel perfeito para a sua viagem
- Não corra riscos e contrate um seguro de viagem
- Ganhe tempo e garanta seu ingresso para algumas das atrações mais concorridas do seu destino
- Vai precisar de carro? Compare as empresas de aluguel de carro disponíveis no mercado

2 Comments

  1. Carlos José 28/12/2017
    • Louise 04/01/2018

Leave a Reply

África Américas Ásia Europa Oceania
3x4 Austrália.
3×4 Austrália: Dicas de quatro blogueiros de viagem
Casa de Jorge Luís Borges.
Casa de Jorge Luís Borges: em busca do Aleph
Olinda, Pernambuco.
Olinda (PE): Teus coqueirais, o teu sol, o teu mar!
Guia de Paris: 10x10 Paris
Guia de Paris: 10×10 Paris
Guias de Viagem
Guias de viagem para inspirar e organizar sua próxima aventura
Mini Guia: Roma
Mini Guia: Roma
Mini Guia: Berlim
Mini Guia: Berlim
Compartilhar
Twittar
Pin
+1
WhatsApp
Email