5 cidades que não podem faltar no seu roteiro da Suiça

Um país fascinante, com quatro línguas oficiais e algumas das viagens de trem mais lindas do mundo, a Suiça tem atrações para todos os gostos. Entre os famosos chocolates, relógios, queijos e canivetes, um turista também encontra arquitetura medieval, montanhas e lagos lado a lado de centros contemporâneos. Com tanta beleza, é muito difícil escolher somente algumas cidades para incluir no seu roteiro da Suiça.

Roteiro da Suiça

A maioria dos turistas que chegam à Suiça visitam Zurique e Genebra, duas cidades com apelo e pegadas globais. Mas não dá para ficar só ai. A Suiça da imaginação é mais fácil de ser encontrada em cidades menores. Cruzar o país de Genebra a Zurique (ou de uma ponta a outra) é muito fácil com um sistema de trem moderno e eficiente como o suiço. Dessa forma, fica fácil organizar um roteiro escolhendo somente uma ou duas cidades como base e explorar o resto do país com viagens no estilo bate-volta.

Nós sugerimos algumas cidades para você incluir no seu roteiro da Suiça. Difícil é escolher entre elas!

Berna

A capital da Suiça, Berna mantém suas características históricas como poucas cidades. O centro histórico é protegido pela UNESCO com todas as suas fontes, muros de pedra, ruazinhas medievais e torres históricas.

A cidade abriga uma larga variedade de museus, incluindo o Museu de História, Museu de Artes, Museu dos Alpes Suiços e o Museude Comunicação. Albert Einstein, um dos habitantes mais famosos de Berna, ganha um destaque especial, com o Museu-Casa de Albert Einstein e o Museu de Einstein.

O símbolo da cidade é o urso, e uma família de ursos mora perto do Bear Park, uma atração turística que fica às margens da centro histórico. Não perca o Jardim das Flores, logo ao lado, que oferece uma combinação perfeita de natureza e vistas panorâmicas.

Berna

Vista panorâmica do Jardim das Flores em Berna

Lausanne

A “Capital das Olimpíadas”, Lausanne abriga o Comitê Olímpico e o Museu Olímpico, o maior centro mundial sobre os Jogos Olimpícos. Mas essa não é a única razão para visitar esse cantinho da Suiça francesa. Espalhada em três morros, arrodiada por vinhedos e banhada pelo Lago Genebra, a cidade é muito atraente e merece ser incluida no seu roteiro da Suiça.

O centro histórico é quase todo fechado para pedestres, cheio de pequenas ruelas, cafés e boutiques. A Catedral, maior orgulho da população local, é o prédio mais marcante do centro medieval e considerado o exemplo mais impressionante de arquitetura gótica de toda a Suiça. Entre os muitos museus da cidade se destaca o Museu de Arte Bruta, no Castelo Beaulieu, uma coleção de arte marginal.

Lausanne

Às margens do Lago Genebra em Lausanne

Lucerna

Com suas qualidades medievais bem preservadas, passear por Lucerna faz você se sentir caminhando dentro de um livro de história. O cenário pitoresco de casas, praças e igrejas característico do centro histórico inclui uma Igreja Jesuita do século XVII, considerada a primeira construção baroca da Suiça.

A Ponte da Capela é singular. Uma das pontes cobertas mais antigas da Europa, é um dos cartões postais de Lucerna. Ela é tão impressionante quanto o Museggmauer, uma muralha medieval construída para proteger a cidade e que foi quase completamente preservada em seu estado original, com a exceção de uma única torre.

E como se ainda faltasse razões para você visitar Lucerna, um dos monumentos mais reconhecidos da Suiça também fica na cidade: a estátua do leão morrendo, esculpido em pedra. É uma homenagem aos guardas suiços mortos no ataque às tulherias em 1792.

Lucerna

A Ponte da Capela é um dos cartões postais de Lucerna

Lugano

Para ter um gostinho de todos os lados desse país tão diversificado, a parte Italiana não pode faltar no seu roteiro da Suiça. Na parte italiana da Suiça, pode-se encontrar o melhor dos dois mundos: a inacreditável organização suiça combina-se o charme italiano. Lugano abriga lindas igrejas altamente ornamentadas ao lado de prédios em estilo da Lombardia. O centro histórico é recheado de praças e arcadas com estilo mediterrâneo. Às margens do Lago Lugano, parques como o Parco Civico e o Jardim Belvedere se tornam especialmente belos na primavera, quando as camélias desabrocham. Com montanhas por todos os lados, as opções de vistas panoramicas não são poucas.

Lugano

Jardim Belvedere em Lugano

Zermatt

Uma vila que parece saída de nossas imaginações, Zermatt é um vale entre os Alpes Suiços, incluindo 12 picos de mais de 4 mil metros. Entre eles, estão Gornergrat, Monte Rosa e provavelmente o pico alpino mais reconhecido: o Matterhorn, um dos mais altos cumes da Europa que fica a 4478 metro acima do mar. Dá para subir até o topo em um bondinho, onde há uma pequena exibição e, claro, belíssimas vistas panorâmicas. Só se lembre de levar roupas adequadas, porque esfria bem rápido! Aliás, se, ao olhar para a montanha, você ficar com a sensação de que já viu ela antes, você provavelmente tem razão, já que ela é parte do logotipo do chocolate Toblerone.

Zermatt

Matterhorn, o mais famoso dos alpes suiços, em Zermatt

Continue organizando sua viagem:

- Encontre o hotel perfeito para a sua viagem
- Não corra riscos e contrate um seguro de viagem
- Ganhe tempo e garanta seu ingresso para algumas das atrações mais concorridas do seu destino
- Vai precisar de carro? Compare as empresas de aluguel de carro disponíveis no mercado

Leave a Reply

África Américas Ásia Europa Noruega Oceania
Viajar sozinho também pode ser inesquecível.
Viajar sozinho: inspiração para encarar essa aventura!
Boekhandel Selexyz Dominicanen, Maastricht, Holanda.
As 10 livrarias mais bonitas do mundo
Doces franceses que você precisa provar
Hora do doce: cinco doces franceses que você precisa provar
Como arrumar sua mala
Como planejar uma viagem: arrumando as malas
dinheiro
Como planejar uma viagem: como levar dinheiro
Como planejar uma viagem: fechando o roteiro
Hotel
Como planejar uma viagem: hospedagem
Guia de Paris: 10x10 Paris
Guia de Paris: 10×10 Paris
Guias de Viagem
Guias de viagem para inspirar e organizar sua próxima aventura
Mini Guia: Roma
Mini Guia: Roma
Mini Guia: Berlim
Mini Guia: Berlim
Compartilhar
Twittar
Pin
+1
WhatsApp
Email