Como planejar uma viagem: hospedagem

O destino está definido, as passagens estão compradas e o roteiro foi esboçado? Ótimo! Então está na hora de pensar em hospedagem. Na viagem que você, querido leitor, está nos ajudando a planejar para a África do Sul não é diferente.

Em termos de acomodação, existem várias possibilidades, e é necessário decidir com base nas suas possibilidades e no seu orçamento.

A primeira e mais comum, é ficar em um hotel. Nós já descrevemos qual o processo que usamos para escolher um hotel para nossas viagens, mas lá vai uma versão resumida: fazemos uma pesquisa no site do booking.com, filtramos por preço e disponibilidade de wifi, e depois olhamos as recomendações de outros viajantes e onde o hotel fica no mapa para definir qual a área mais interessante para se hospedar. Foi exatamente esse processo que utilizamos para escolher um hotel na Cidade do Cabo.

Se o orçamento está mais apertado, você pode considerar a possibilidade de ficar em um albergue. Nós já falamos dos prós e contras de se hospedar em um albergue e demos algumas lições de etiqueta para esse tipo de acomodação. Você é quem tem que decidir se é um bom tipo de acomodação para sua viagem! O booking.com também faz reservas de camas e quartos privados em albergues.

Além das opções pagas, existem ainda algumas opções quase grátis. A opção mais barata é sempre ficar na casa de alguém.

Se você tem um parente, amigo ou conhecido no destino escolhido, pode fazer uma ligação e perguntar se é possível ficar hospedado na casa dele. Ao perguntar, tente deixar a pessoa confortável e entenda se ela disser não. Não leve para o lado pessoal, já que há diversas razões para alguém não puder te acolher na sua casa, como: o apartamento é muito pequeno e não teria espaço suficiente para outra pessoa; será um período difícil no trabalho e a pessoa não quer distrações; ou até já terão outros hóspedes no mesmo período! Mas, se você receber um sim e escolher esta opção, é importante lembrar que você vai ser visita na casa de alguém. Por tanto, tente não dar muito trabalho! Não espere que a pessoa passe o dia inteiro sendo seu guia pessoal. Também tome conta das suas coisas para não ficarem espalhadas no meio da casa. E sempre limpe tudo o que sujar e arrume tudo que você bagunçar! Nesses casos, também é simpático levar um presentinho (que tal alguma iguaria local?) e convidar seu hospedeiro para jantar (ou até comprar os ingredientes no supermercado e cozinhar para ele).

Quem não tem conhecidos no destino mas ainda sim gosta da idéia de ficar hospedado na casa de alguém, pode tentar a sorte no CouchSurfing. Eu confesso que nunca tentei, pois não me sinto segura com a idéia de me hospedar na casa de um desconhecido. Mas conheço várias pessoas que já fizeram e gostaram bastante da experiência.

Outra opção é, ainda, House Sitting. Nessa modalidade, pessoas do mundo inteiro oferecem suas casa enquanto estão viajando. Você pode ficar lá de graça, contanto que faça uma pequena tarefa para seu hospedeiro. Geralmente, essa tarefa involve cuidar de cachorros ou gatos, cortar a grama, e outros pequenos trabalhos domésticos. Mas pode variar bastante de caso a caso. Existem vários sites na internet que se propõe a conectar hospedeiros e hóspedes. Se você te interesse nesse tipo de hospedagem, pode dar uma olhada no guia do site Vida Cigana ou fazer mais buscas pela internet.

No entanto, nem todo mundo gosta da idéia de ficar na casa de alguém (seja conhecido ou não), por não se sentir confortável ou achar que diminui sua privacidade. Neste caso, restam as opções de hospedagem pagas.

Nesta viagem para a África do Sul, não temos conhecidos nem parentes na Cidade do Cabo. Como o rand, a moeda da África do Sul, não está em um momento muito forte, decidimos ficar em um hotel. Entramos direto no site do booking.com e seguimos o processo deliniado aqui. Repetimos o processo para a segunda cidade do nosso itinerário, Franschhoek, e já reservamos nossos hotéis!

O próximo passo agora, é fazer um roteiro completo. Continue planejando essa viagem conosco!

Esse artigo faz parte da nossa série Como planejar uma viagem passo a passo. Veja também:
Passo 1: Definindo o destino
Passo 2: Comprando as passagens
Passo 3: Esboçando o roteiro
Passo 4: Finalizando o roteiro
Passo 5: Escolhendo a hospedagem
Passo 6: Como levar dinheiro
Passo 7: Arrumando as malas
Link Bonus: 8 coisas que você deveria fazer antes de viajar

Continue organizando sua viagem:

- Encontre o hotel perfeito para a sua viagem
- Não corra riscos e contrate um seguro de viagem
- Ganhe tempo e garanta seu ingresso para algumas das atrações mais concorridas do seu destino
- Vai precisar de carro? Compare as empresas de aluguel de carro disponíveis no mercado

Leave a Reply

África Américas Ásia Europa Oceania
Tango em Buenos Aires
O melhor do tango em Buenos Aires
3x4 Destinos Econômicos
3×4 Destinos Econômicos
Westeros à vista!
Westeros à vista! Uma viagem inspirada em Game of Thrones
Como arrumar sua mala
Como planejar uma viagem: arrumando as malas
dinheiro
Como planejar uma viagem: como levar dinheiro
Como planejar uma viagem: fechando o roteiro
Hotel
Como planejar uma viagem: hospedagem
Guia de Paris: 10x10 Paris
Guia de Paris: 10×10 Paris
Guias de Viagem
Guias de viagem para inspirar e organizar sua próxima aventura
Mini Guia: Roma
Mini Guia: Roma
Mini Guia: Berlim
Mini Guia: Berlim
Compartilhar
Twittar
Pin
+1
WhatsApp
Email