Compras em Londres: Breve guia da Oxford Street

A Oxford Street é uma das ruas mais famosas no mundo inteiro… e parada obrigatória em uma viagem a Londres, principalmente se umas comprinhas estiverem no roteiro! A rua se estende entre as estações de metrô Mable Arch e Tottenham Court Road, mas a maior parte das lojas mais procuradas fica entre Bond Street e Oxford Circus. Também tem algumas marcas famosas que não ficam na Oxford Street mesmo: a Apple, por exemplo, se encontra na Regent Street. No fim dessa página, você vai encontrar algumas informações básicas sobre o funcionamento dessa rua que mais parece um shopping center a céu aberto. Mas antes, algumas das nossas paradas favoritas…

Cosméticos. Boots é sempre uma boa pedida para marcas mais comuns. As marcas mais caras podem ser encontradas nas grandes lojas de departamentos, como Selfridges, House of Fraser e Deberhams.

Roupas. Tem de tudo, para todos os gostos. Algumas das lojas mais procuradas e que estão sempre lotadas são a Forever 21, H&M, Primark, Top Shop e Zara.

Tênis. A Oxford Street tem uma Nike Store enorme e duas lojas da Footlocker.

Souvenirs. A Oxford Street não é o lugar mais barato para comprar souvenirs de Londres, mas existem várias lojas vendendo esse tipo de lembrancinhas, principalmente nas duas extremidades da rua.

Outros. A Hamley’s, que é a maior loja de brinquedos de Londres, fica na Regent Street. Já no setor eletrônicos, a loja da Apple na Regent Street reina absoluta. Mesmo que você não vá comprar nada, é sempre uma boa parada pelo wifi grátis.

Fora da Oxford Street… As ruas paralelas também tem muita coisa, principalmente pro lado sul, pois vão se juntando às lojas do Soho. Na direção sudeste do metrô Oxford Circus, fica a região da Carnaby Street, cheia de lojas pequenas e menos mainstream (mas o preço é bem alto). De toda forma, a rua é super bonitinha e tem algumas opções de comida, além de um teatro.

London: Oxford Street

London: Oxford Street

Informações básicas

Horário. O horário de abertura varia de loja para loja, mas a média é entre 10 e 20hs. Nas quintas-feiras, a maioria das lojas fica aberta até mais tarde: 21 ou 22hs. Nos domingos, o horário de funcionamento geralmente é mais limitado e as lojas fecham por volta das 16 ou 17hs. Geralmente, a parte da manhã é o horário mais tranquilo. A grande maioria das lojas abre entre 9 e 10 AM, mas os turistas só aparecem mesmo depois das 11AM. O pior horário é por volta das 13hs e no fim da tarde, entre 18 e 19hs. Fins de semana tendem a ser quase caóticos.

Comida. A Oxford Street mesmo não tem restaurantes – só sanduiches e refeições rápidas. O mais indicado é olhar as ruazinhas que cruzam a principal. Dá para achar pubs e restaurantes legais.

Banheiros públicos. As lojas de departamento grandonas tem banheiros e não exigem comprovante de compras. A maioria dos restaurantes/pubs das ruas paralelas também tem toiletes, mas provavelmente você vai ter que consumir alguma coisa… nem que seja uma água.

Dinheiro. Na nossa opinião. a região da Oxford Street tem poucos caixas eletrônicos. Segundo o site oficial da rua, se encontram caixas eletrônicos de bancos diferentes nos números 32, 43, 60, 196 e 399, lembrando que os números da rua são menores perto de Tottenham Court Road e maiores perto de Mable Arch. Algumas das redes grandes, como Marks and Spencer, Selfridges e John Lewis tem caixas eletrônicos dentro das lojas. Já as casas de câmbio são super comuns e fáceis de achar por toda a rua. Porém, o site oficial da Oxford Street recomenda cuidado na troca de dinheiro nessas casa de câmbio pequenas e sugere que se troque dinheiro nos balcões de câmbio dentro da Marks and Spencer ou da Selfridges.

Perigos. O maior perigo da Oxford Street é você gastar de mais! Mas é importante lembrar que “pickpockets” operam na rua e pequenos furtos são relativamente comuns, então é sempre bom estar atento e não deixar bolsas abertas ou fora do seu campo de visão. Se roubarem seu celular ou sua carteira, pedir ajuda em uma das grandes lojas de departamento pode ser uma boa pedida. Eles geralmente te ajudam a cancelar os cartões de crédito, emprestam dinheiro para você voltar para casa/seu hotel e ainda deixam você fazer alguma ligação. Mas não espere ajuda para recuperar seus bens.

Esse é mais um post da nossa série sobre Londres! Nós falamos de visões panorâmicas, compras, chocolate e guloseimas, Shakespeare, Sherlock Holmes, daytrips que incluiram o Castelo de Leeds e Stonehenge, e mais! Vale a pena conferir!

Continue organizando sua viagem:

- Encontre o hotel perfeito para a sua viagem
- Não corra riscos e contrate um seguro de viagem
- Ganhe tempo e garanta seu ingresso para algumas das atrações mais concorridas do seu destino
- Vai precisar de carro? Compare as empresas de aluguel de carro disponíveis no mercado

No Responses

Leave a Reply

África Américas Ásia Europa Oceania
3x4 Austrália.
3×4 Austrália: Dicas de quatro blogueiros de viagem
Casa de Jorge Luís Borges.
Casa de Jorge Luís Borges: em busca do Aleph
Olinda, Pernambuco.
Olinda (PE): Teus coqueirais, o teu sol, o teu mar!
Guia de Paris: 10x10 Paris
Guia de Paris: 10×10 Paris
Guias de Viagem
Guias de viagem para inspirar e organizar sua próxima aventura
Mini Guia: Roma
Mini Guia: Roma
Mini Guia: Berlim
Mini Guia: Berlim
Compartilhar
Twittar
Pin
+1
WhatsApp
Email