7 formas de aproveitar o máximo de Key West (Florida, EUA)

Casa de Hemingway

Casa de Hemingway

A última ilha de Florida Keys é a cidade estadunidense mais ao sul do país e um dos portos mais antigos da Flórida, e tem vocação para apaixonar seus visitantes. Impossível não querer voltar… o clima é agradável, as paisagens são deslumbrantes, a cultura (meio americana, meio caribenha) é envolvente, a diversão é garantida. Tem atrações para todos os gostos. Nós destacamos sete formas de aproveitar uma passagem para Key West.

1. Casa de Ernest Hemingway – Entre 1931 e 1940 o escritor viveu na ilha, onde além de participar de pescarias memoráveis, teria escrito ‘As Verdes Colinas da África‘ e ‘The Short Happy Life of Francis Macomber’. A casa, em estilo colonial, está bem conservada, especialmente o escritório e o acervo do autor. Atenção especial para os muitos gatos, descendentes dos bichanos do autor, e que circulam livremente pelo local, dotando-o de um colorido especial. Aliás, parecem que adoram fotos pois, com certeza, posam alegremente para as câmeras…

2. Sunset Celebration – ritual diário para celebrar o pôr-do-sol. Acontece na Mallory Square, começa 2 horas antes do sol desaparecer no horizonte e continua por mais 1 hora. Nos bares da praça se apresentam os mais diversos os tipos de artistas. O sol se põe ao som de folk music e com uma salva de palmas. Simplesmente adorável!!

O ponto mais sul dos Estados Unidos

O ponto mais sul dos Estados Unidos

3. Duval Street – percorra a pé essa rua, que começa no cais da Mallory Square e termina no ponto mais ao sul dos Estados Unidos continental, onde um marco indica que Cuba está a 140 Kms (90 milhas) oceano a dentro. No percurso, um pouco de tudo: bares, restaurantes, hotéis, casas noturnas, lojas…

4. Pedalar na Bahama Village – alugue sua bike e defina um trajeto por este bairro de casas coloridas, construídas pelos primeiros colonizadores da ilha (provavelmente originários das Bahamas); um programa charmoso e convidativo, vale a pena conferir!

5. Mergulhar em embarcações naufragadas – desde o descobrimento das Américas barcos ficaram encalhados na região e, além de atrativos para a vida marinha, se transformam nos pontos favoritos dos mergulhadores que ali podem encontrar emoções e muita história.

6. Gastronomia – como é de se esperar, os frutos do mar são o ponto alto da culinária local, podendo ser consumidos ao estilo americano (com french fries e refrigerante), ou em pequenos restaurantes com inspiração francesa, italiana ou caribenha.

7. Balada – à noite, embora a temperatura caia ligeiramente, o clima esquenta, e muito! Não é por acaso que Key West é conhecida como ‘ícone da contracultura’, ‘refúgio solar da comunidade gay’ e ‘bar flutuante’… logo, solte-se e aproveite a viagem!

Continue organizando sua viagem:

- Encontre o hotel perfeito para a sua viagem
- Não corra riscos e contrate um seguro de viagem
- Ganhe tempo e garanta seu ingresso para algumas das atrações mais concorridas do seu destino
- Vai precisar de carro? Compare as empresas de aluguel de carro disponíveis no mercado

Leave a Reply

África Américas Ásia Europa Oceania
3x4 Austrália.
3×4 Austrália: Dicas de quatro blogueiros de viagem
Casa de Jorge Luís Borges.
Casa de Jorge Luís Borges: em busca do Aleph
Olinda, Pernambuco.
Olinda (PE): Teus coqueirais, o teu sol, o teu mar!
Guia de Paris: 10x10 Paris
Guia de Paris: 10×10 Paris
Guias de Viagem
Guias de viagem para inspirar e organizar sua próxima aventura
Mini Guia: Roma
Mini Guia: Roma
Mini Guia: Berlim
Mini Guia: Berlim
Compartilhar
Twittar
Pin
+1
WhatsApp
Email