Cruzeiro no Canal do Panamá: No mar… Água salgada, nuvens e muita diversão

Passamos dois dias no mar. Longe de ter sido monótono, foi um período relaxante e divertido. Além de descansar e dormir muito (para recuperar as últimas semanas, que foram bastante intensas), aproveitamos para relaxar na piscina, sauna e outros espaços, e até para malhar um pouco. E também houve oportunidade para conhecer pessoas e entender o funcionamento dos serviços a bordo. Estava com receio de enjoar um pouco nesses dias iniciais, mas nada aconteceu; a embarcação é muito estável, quase não se sente o famoso “balanço”.

Para não fugir do lugar comum, é preciso começar dizendo que, realmente, um navio é uma cidade flutuante… o nosso tem quase 5000 passageiros e 1500 funcionários, envolvendo desde os oficiais (tripulação principal) até faxineiros, e passando por garçons, cozinheiros, artistas com especialidades diversas, vendedores das lojinhas de bordo, camareiros… um batalhão de profissionais que mantém a vida a bordo ativa 24 horas por dia.

Como em uma cidade qualquer, tem sido muito prazeroso explorar esse mundo flutuante, descobrir seus pequenos esconderijos. Além dos restaurantes, do cassino e duas boates, descobri uma aconchegante saleta de leitura com uma estante cheia de pequenos tesouros (alguns deles esquecidos por outros viajantes), uma sala de jogos de mesa muito legal (com baralho e jogos de salão, inclusive gamão! Adorei!), e alguns pequenos bares (poucas mesas) bem discretos, legais para pedir algum drink e ficar observando o movimento.

O teatro está se mostrando bem ativo, prometendo um programa diferente a cada dia, e sempre em dois espetáculos (para os que jantam mais cedo, e para os que jantam mais tarde). No primeiro dia tivemos um musical. No segundo foi um show de mágica. Também há um cinema, com filmes bem recentes e que mudam em função do horário (infantis, adolescentes, adultos…)

Os corredores dos quartos são bem longos, mas, como existem três núcleos de elevadores, dá prá encurtar os percursos… após alguns dias por aqui vou conseguir andar menos para encontrar o que quero.

Uma nota não muito boa. A internet a bordo não funciona bem e é muito cara (o que já tinham me dito). Com isso, realmente vou manter nossos relatos a cada dois dias, conforme prometido, e não haverá a tentação de mandar mais posts… E o número de fotos também vai ter que ser bem reduzido…

[Crédito da Foto: Jim G]

Continue organizando sua viagem:

- Encontre o hotel perfeito para a sua viagem
- Não corra riscos e contrate um seguro de viagem
- Ganhe tempo e garanta seu ingresso para algumas das atrações mais concorridas do seu destino
- Vai precisar de carro? Compare as empresas de aluguel de carro disponíveis no mercado

Leave a Reply

África Américas Ásia Europa Oceania
3x4 Austrália.
3×4 Austrália: Dicas de quatro blogueiros de viagem
Casa de Jorge Luís Borges.
Casa de Jorge Luís Borges: em busca do Aleph
Olinda, Pernambuco.
Olinda (PE): Teus coqueirais, o teu sol, o teu mar!
Guia de Paris: 10x10 Paris
Guia de Paris: 10×10 Paris
Guias de Viagem
Guias de viagem para inspirar e organizar sua próxima aventura
Mini Guia: Roma
Mini Guia: Roma
Mini Guia: Berlim
Mini Guia: Berlim
Compartilhar
Twittar
Pin
+1
WhatsApp
Email